Cardioclínica Gastrocenter
Segunda a Sexta - 7h às 19h
Sábado - 7h às 12h
(34) 3662-2240
(34) 987005822
Praça Antônio Alves da Costa, 65
Vila São Pedro - Araxá

Receitas saudáveis para crianças

Crianças estão em permanente crescimento e é essencial que sua alimentação contenha opções com nutrientes capazes de fornecer energia e matéria para o seu desenvolvimento. Mas, não são apenas as refeições principais que determinam uma alimentação infantil saudável. Sabe escolher e combinar determinados alimentos para os lanches intermediários também é muito importante.

Alimentação saudável para crianças

Além da base nutricional, escolher alimentos saudáveis para as crianças é importante para a formação do seu paladar. A preferência por determinados sabores está diretamente relacionada aos hábitos alimentares e familiares. Ou seja, uma criança que consome alimentos ricos em açúcares e gorduras obviamente vai, ao crescer, preferir alimentos não-saudáveis. Já crianças que desde muito novas convivem com pessoas que comem alimentos integrais, verduras e frutas naturalmente vão desenvolver um paladar que prefere estes alimentos.

Os exemplos são essenciais. Após a introdução alimentar, dar uma fruta para um bebê provar, por exemplo, é importante. Mas, ele visualizar a família comendo aquele mesmo alimento é tão importante quanto. A formação do paladar infantil também envolve os hábitos familiares.

Dicas para lanches saudáveis

Refrigerantes, iogurtes processados, sucos de caixinha, bolachas recheadas e salgadinhos, embora sirvam como alternativas emergenciais, jamais devem fazer parte da rotina alimentar de uma criança. Além de conter calorias vazias, eles ainda são ricos em corantes, conservantes e açúcares, ingredientes que atrapalham a formação do paladar da criança e prejudicam seu pleno desenvolvimento.
"Quanto mais completo for o lanche da criança, mais qualidade terá a sua alimentação. É preciso que nele tenham alimentos construtores, reguladores e energéticos", recomenda a nutricionista Susy Graff. Os construtores são leites e derivados, os reguladores são as frutas e os sucos, e os energéticos são os pães, biscoitos e cookies.
Para caprichar na alimentação das crianças e não cair na mesmice, confira dicas criativas para turbinar os lanches intermediários de forma saudável e prática.

Café da manhã e intervalo entre as refeições

Bolos simples e pães caseiros são opções de carboidratos. Eles são importantes para fornecer energia ao longo do dia. Na receita, acrescente aveia, farelo de trigo integral ou linhaça, esses ingredientes contribuem para o funcionamento do intestino e são saudáveis. Sirva com uma pequena colher de requeijão ou margarina. Queijo fresco e ricota também são opções.
Para acompanhar, um copo de leite com achocolatado ou suco de fruta natural são opções.
Se a criança for muito ativa e precisar de mais energia, ofereça um fruta diferente daquela presente no suco.

Lanche da escola

Na lancheira, como a criança terá contato com as opções dos coleguinhas, é importante caprichar e usar a criatividade.
Para o carboidrato, aposte em fatias de pão integral ou de leite com creme de ricota ou blanquet de peru. Para variar, faça sanduiches de alface, tomate, cenoura ralada e queijo branco enrolados no pão sírio. Formato e sabor diferentes podem quebrar a rotina.
De bebida, priorize os sucos naturais ou a água de coco. O leite fermentado também é uma opção saudável que contribui para o funcionamento do sistema digestivo. A dica é não exagerar e alternar sempre que possível, além de fornecer mais nutrientes, a rotatividade evita que a criança enjoe.
Para complementar, acrescente uma fruta. Banana, maça, pera, pêssego, uva, ameixa e caqui ou mamão, melão, melancia e manga picadinhos são opções. Uma salada de frutas também pode deixar o lanche da escola mais atrativo.
Cookies integrais e barrinhas de cereais são opções saborosas. As melhores receitas são aquelas feitas em casa, com produtos selecionados. Entretanto, na ausência dessa alternativa, algumas marcas fornecem variedades com baixo teor de açúcar e sódio. Para os biscoitos e bolachas, jamais mande todo o pacote. Separe em um saquinho ou recipiente específico apenas o número ideal para o tamanho da criança.

Cantina na escola

A criança que estuda em escola com cantina não deve ser proibida de comprar seu lanche. O melhor caminho é estabelecer um ou dois dias para isso e orientá-la sobre quais são as melhores escolhas. Com o paladar habituado à alimentos saudáveis, a tendência é que as escolhas sigam a mesma linha.

Dias de festa

Feriados, finais de semana ou férias são períodos em que as crianças esperam sair da rotina. Use esta tática na alimentação também.

  • Substitua o suco ou o leite por vitaminas de várias frutas.

  • No pão ou na torrada, no lugar do requeijão e da margarina, opte pela geleia de frutas sem açúcar.

  • Na receita do bolo, permita uma cobertura diferente. Já no cookies ou biscoitos, acrescente banana amassada, uva-passa, damasco ou castanhas. Esses alimentos deixarão o sabor mais adocicado.
  • Se as crianças estiverem reunidas, prepare espetinhos com pedaços de queijo com tomate cereja ou com frutas picadas. A apresentação interfere diretamente no interesse da criança pela comida.

Fonte: Vix
Companhia da Mídia